Irritações da pele

Abaixo, relacionamos algumas emergências na área dermatológica e a conduta mais adequada em cada caso:

1. Alergias provocados pelo uso de medicamentos por via oral ou injetável:

Suspender imediatamente o uso dos remédios implicados e procurar atendimento médico especializado. Evitar a auto-medicação e o uso de medicações caseiras. Os casos mais graves são aqueles que levam ao "inchaço" das vias respiratórias, que podem ser fatais. Os sinais são dificuldade para engolir ou respirar, inchaço da língua e dos lábios. Nesses casos, procurar um pronto-socorro imediatamente.cuidados-pele

eSobre anestesia para tatuagem    tratamentos para acne

2. No caso de irritações ou alergias localizadas de causa não definida:

Compressas de água fria ou soro fisiológico até a avaliação médica. Não utilizar chás caseiros ou outras pomadas de ação desconhecida na região afetada. Os problemas de pele decorrentes do contato com toxinas e venenos de animais por mordeduras, ferimentos, picadas ou contato são muito freqüentes, eventualmente graves e até fatais. Podem ser causadas por diferentes animais, como aranhas, escorpiões, abelhas, vespas, cobras e animais aquáticos.

Nesses casos o importante é o encaminhamento o mais breve possível para um serviço médico, onde a qualidade e a extensão do ferimento poderão ser adequadamente identificados e tratados. Desaconselha-se o uso de torniquetes ou de outras medidas locais para estrangular a área afetada. Quando possível, a apreensão do agente causador pode ser útil para a sua identificação e conseqüente administração de soro anti-ofídico, anti-escorpiônico, etc, conforme a sua disposição no local do atendimento.

3. Contatos com água-viva, corais, anêmonas:

Lavar abundantemente com água gelada e aplicação de creme ou pomada à base de corticoesteróides tópicos.

4. Ferimentos com cações, barracudas, moréias ou arraias:

Lavagem, uso de antibacterianos locais e por via oral.

Mais eSobre

Copyright eSobre - Politica de Privacidade

;